quarta-feira, março 14, 2007

Cama em São Paulo

4 comentários:

Anônimo disse...

Ola pessoal,

Guardo na lembrança os mais lindos sorrisos do Brasil e quando cambaleio neste sul frio e me animo com a máxima do Gia:

ACREDITE NAS SUAS AÇÕES

Um forte abraço, Maria Ivone

kiyoto disse...

muito legal

Anônimo disse...

Muito bom. Voces deixaram a cama para ser utilizada pela população? Ou levaram-na, ou deixaram-na?
Um abraço.
Carminda (integrante do Grupo Alerta!)

Lucybelle disse...

Estava aqui a pensar (graças ao vídeo) que os mendigos ao invés de dormirem no papelão, podiam muito bem dormir em camas portáteis. Acho até que a prefeitura de São Paulo podia construir aos invés de bancos nas praças, camas de praça para os sem tecto dormirem. Sei o prefeito do Rio de Janeiro mandou construir bancos de praça anti-mendigo, então estas organizações dos direitos humanos e serviços sociais que protestaram contra o tal prefeito deviam oferecer as camas portáteis para os mendigos, e estes armavam ao lado dos bancos anti-mendigos, ficam ali bem confortáveis. Até que um dia o prefeito do Rio de Janeiro perceba que não vale a pena tapar o sol com a peneira.
Lucia Santos